Números

Números em sequência dão a tônica do último Bossamoderna de 2013 e fecham o balanço do ano

Redação (Rádio MEC) 26/12/13 18:03 - Atualizado em 26/12/13 18:14

A cantora Maria Bethânia, que interpreta "Dois de fevereiro", de Dorival Caymmi, nesta edição (Divulgação)

Se o fim de ano é momento de balanço, uma numeração em sequência alinha do começo ao fim a edição do Bossamoderna.

O "Tipo zero" descrito por Noel Rosa recebeu roupagem contemporânea da cantora e atriz Inês Viana que a gravou no álbum Samba no teatro, assim como a composição de Pixinguinha e Benedito Lacerda dos anos 1940 recebeu versos de Nelson Ângelo, que a gravou dezenas de anos depois com a contribuição vocal de Chico Buarque.

"Primeira nota" de Júnior Soares e Ronaldo Silva é interpretada pela cantora Luê, seguida pela clássica "Duas contas" (Garoto) na voz de Sérgio Ricardo e "Dois de fevereiro", dia de festa no mar descrita por Dorival Caymmi, aqui na interpretação de sua conterrânea Maria Bethânia.

A segunda parte do programa registra o tempo: "Cinco minutos", de Jorge Ben, na versão recente do grupo pernambucano Los Sebosos Postizos, seguida por "Seis vidas", de Bernardo Bosísio e Charles Gavin, na voz de Kátia B.

Sérgio Sampaio é lembrando em "Faixa 6". Fátima Guedes agradece a gravação da sua "Sete véus" na voz de Andréa Dutra e o antigo sucesso de Tim Maia, "Descobridor dos sete mares" (Michael e Gilson Mendonça) recebe recriação de Yve.

Para o final do programa, Tárik de Souza convocou Léo Jaime em "Sete mil vezes" (Caetano Veloso), Djavan para interpretar de sua safra "15 anos" e em tempo de mudança de ano, Cacala Carvalho recria "Expresso 2222", de Gilberto Gil.

 
_________________
Bossamoderna
Números

Apresentado na RCB em 29 de dezembro de 2013
Apresentação: Tárik de Souza
Produção: Rádio MEC - Rio de Janeiro

 

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.


voltar ao topo