Leny Andrade

No dia dos seus 71 anos, Estúdio F apresenta o perfil da maior cantora de jazz brasileira, a estilista Leny Andrade

Eduardo Weber 11/02/14 21:49 - Atualizado em 11/02/14 22:00

A canora em detalhe da capa do disco 'A sensação', lançado em 1961 (Reprodução)

Aos nove anos se aventurava em programas de calouro do rádio carioca. No início dos anos 1960, era cantora no Beco das Garrafas e crooner da orquestra de Dick Farney. Gravou discos e discos de bossa nova, outros tantos de samba, poucos de jazz, experimentou um de boleros e registrou sua voz em vários discos especiais, verdadeiros songbooks dedicados a Cartola, Tom Jobim, Nelson Cavaquinho e Altay Veloso.

Leny Andrade é considerada por grande parte da crítica especializada como a maior cantora de jazz brasileira. Atuou por cinco anos no México e sempre está nos Estados Unidos, se apresentando, principalmente, em Nova York.

O Estúdio F apresenta gravações de seu primeiro álbum, A sensação, de 1961, além de registros recentes, valorizando sua performance vocal em clássicos da bossa nova, como "Discussão" (Newton Mendonça / Tom Jobim).

No repertório do programa, a sua marca registrada, "Estamos aí", de Durval Ferreira e Maurício Einhorm, gravações com Cristóvão Bastos, César Camargo Mariano e Romero Lubambo, e registros de "Luz negra" (Nelson Cavaquinho / Amâncio Cardoso), "Da cor do pecado" (Bororó) e "O enredo do meu samba" (Dona Ivone Lara / Jorge Aragão).

Uma oportunidade de conhecer a carreira de Leny, que tem mais de 30 discos gravados e dezenas de shows concorridos no Brasil e exterior, e que em 25 de janeiro comemorou seus 71 anos de idade.

 
_________________
Estúdio F
Leny Andrade

Apresentado na Rádio Cultura Brasil em 25 de janeiro de 2014
Apresentação: Paulo César Soares
Produção: Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.


voltar ao topo