Crianças no disco

Duo com herdeiros: João Gilberto e Bebel, Tom Jobim e Maria Luiza, Caetano Veloso e Moreno.

Eduardo Weber 09/03/10 22:03 - Atualizado em 09/03/10 22:03

Na semana da criança, uma seleção de gravações com elas se apresentando de maneira descompromissada ao lado de pais, tios ou simplesmente de amigos. Em alguns casos, prévia de uma carreira que pode chegar.

A seleção começa com a participação do filho de Egberto Gismonti. Ainda nenê, sua voz de choro e de gargalhada está em “Branquinho”, uma das faixas do LP Em família, de 1981.

Nesse mesmo ano o MPB-4 lançou um dos melhores discos já produzidos no Brasil para o público infantil: Adivinha o que é. Crianças estão presentes em várias faixas. Numa, em especial, tem aquele sabor de total descompromisso. Ouça “Composição estranha”, de Ronaldo Tapajós e Renato Rocha, com a participação de Eduardo Waghabi, filho de Magro, integrante e arranjador do MPB-4.

Um ano depois, Caetano Veloso também contava com a colaboração de seu filho mais velho: Moreno. Sua voz de menino está na faixa “Um canto de afoxé para o bloco do Ilê”. Música e mais quatro versos assinados por pai e filho.

Um quarto de século depois, esse tipo de parceira está presente no mais recente disco do produtor, compositor e baixista Swami Jr.. Em 2008 ele lançou o disco Outra Praia, em que conta com sua filha Helena Souza Campos, que canta e assina, ao lado do pai, “Já volto agora”.

Numa seleção como esta é fundamental a gravação do “Samba de Maria Luiza”, com Maria Luiza. A filha de Tom Jobim está no último disco do músico, Antonio Brasileiro, de 1994.

Voltando ao tempo, temos um registro de João Gilberto para um especial da TV Globo. O especial virou CD: João Gilberto Prado Pereira de Oliveira. Gravado em 1980, tem a participação de Bebel Gilberto em “Chega de Saudade”.

No ano de 1994 Baden Powell gravou um disco ao vivo, no qual apresentava ao público seus dois filhos: Phillippe, então com 16 anos, e Louis Marcel, com 12. Separamos a gravação do “Prelúdio das diminutas”, de Baden e Louis Marcel, com o jovem violonista.

A nossa seleção tem ainda um dos primeiros registros de crianças em discos de adultos. Voltamos ao ano de 1978. Uma produção independente das cantoras Luli & Lucina, que registraram com Kika, Dani, Raquel, Potoca e Flor “Pequeninha”.

Completam essa seleção dois clássicos de discos para crianças. O primeiro é Os saltimbancos, musical produzido por Sérgio Carvalho e Chico Buarque, que contava com o coro infantil Lelê, Lolô, Lulu, Bee, Bebel e Pipa em “Bicharia”. E ainda uma faixa da trilha sonora do programa Rá-tim-bum, produção da TV Cultura, onde um coro de crianças canta “Eu fui no Tororó”.
 

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.