Um bom tempo depois

Músicas que, mesmo depois de um bom tempo do primeiro registro, ainda são cantadas e regravadas

Alexandre Simone 29/09/14 12:51 - Atualizado em 30/09/14 10:28

Nina Becker canta Dolores Duran em seu novo disco, 'Minha Dolores'; a faixa 'Solidão' abre esta seleção (Reprodução)

Composições sem data de validade, melodias e letras que marcaram época e serão sempre lembradas. Esta seleção traz músicas que, mesmo depois de um bom tempo do primeiro registro, ainda são cantadas e regravadas.

Nina Becker gravou o álbum Minha Dolores em homenagem a Dolores Duran sem o objetivo de contar a história da compositora para o mundo, mas com canções que tinha vontade de interpretar. "Solidão", lançada originalmente em 1958, foi uma das escolhidas. Tom Jobim foi parceiro de Dolores em "Estrada do Sol", regravada no álbum Vanessa da Mata canta Tom Jobim.

"Meu mundo e nada mais", "Amor de Índio" e "Não perca o final" são composições da década de 1970. A primeira, hit de Guilherme Arantes que faz parte da trilha sonora da novela Anjo mau, foi reinterpretada por Zizi Possi no álbum Tudo se transformou, enfatizando a relação de nós com nós mesmos. Já a segunda, canção de Beto Guedes e Ronaldo Bastos, foi regravada por Maria Gadú em seu último trabalho, Mais uma página. E passados 38 anos da gravação original, Bruna Caram foi a primeira a regravar os versos "tome vergonha, não tem perigo que você não vença, tome cuidado, não tem perigo que não faça muito mal" de Zé Rodrix.

Rafael Castro gravou "Fera Ferida", de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, no álbum RC canta RC, enquanto Filipe Catto registrou em seu disco Fôlego uma interpretação da música "Garçom", de Reginaldo Rossi, ambas da década de 1980.

Outras canções desse período receberam novas e famosas interpretações, como "Codinome Beija-Flor", de Cazuza, Ezequiel Neves e Reinaldo Arias, na voz de Ana Cañas, e "Palco", de Gilberto Gil, por Djavan.

Encerramos a playlist com a regravação de Zélia Duncan para "Vê se Me Esquece", assinada por Itamar Assumpção e Alice Ruiz em 1993, faixa do CD Tudo Esclarecido – Zélia Duncan canta Itamar Assumpção, lançado em 2012.
 

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.