Irene Atienza

Uma espanhola no samba

15/05/18 13:11 - Atualizado em 15/05/18 13:12

Irene Atienza (Divulgação)

No ano de 2009, Irene vivia em Barcelona. Lá, conheceu um grupo formado por brasileiros chamado Saravacalé, que foram os responsáveis por trazê-la ao Brasil. Já no país, demorou bem pouco para entender o quanto o samba tinha a ver com o canto espanhol.

 

Irene canta sambas em português com sotaque naturalmente espanhol, sem fazer deles cantos flamencos. O que poderia ser considerado um problema, seu sotaque, acabou se tornando uma marca e as portas começaram a se abrir.

 

Depois de ver alguns vídeos da cantora na internet, Jayme Monjardim, diretor de novelas da Globo, a convidou para participar da novela Flor do Caribe, de 2013. Após o fim da novela, Irene mudou-se para São Paulo e se empenhou em aprender samba, choro, baião.

 

A cantora de lançar seu álbum autoral, Salitre, com um dueto de Grãos de Sal, ao lado de Lenine. O disco conta com músicas autorais, em espanhol e português, e mais quatro versões que contam dos países por onde passou (Espanha, Brasil, Argentina e Cuba). O CD também conta com o violonista Douglas Lora e Swamy Jr.

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.