Janela dos novos 48

Edição especial mensal do Bossamoderna destaca lançamentos de alta qualidade musical, como os de Tulipa Ruiz, Ivan Lins e Tatiana Dauster

Redação (Rádio MEC) 11/08/15 10:38 - Atualizado em 11/08/15 10:50

Tulipa Ruiz abre este Bossamoderna com faixas de seu Dancê (Divulgação)

Janela dos Novos é uma edição especial mensal do Bossamoderna com lançamentos de alta qualidade musical. Como Dancê, o mais novo disco da paulista Tulipa Ruiz. “Tafetá” é parceria de Tulipa com seu irmão Gustavo Ruiz, violonista da faixa, emoldurada por teclados e voz do acreano João Donato. Já “Reclame” tem autoria coletiva de Tulipa, Gustavo, o pai deles, Luiz Chagas, e mais Caio Lopes e Marcio Arantes.

O carioca Ivan Lins também lança disco, América, Brasil, que abre com “Cantoria”, parceria dele com Vitor Martins. Da dupla é ainda “Enquanto a gente batuca”, em coautoria com Nei Lopes. Bandolinista, compositora e cantora, integrante do grupo Sururu na Roda, Nilze Carvalho, fluminense de Nova Iguaçu, lança o solo Verde amarelo negro anil. E regrava um clássico dos supracitados Ivan Lins e Vitor Martins, “Roda baiana”. Também autora, Nilze assina com Zeca Leal, “Viola”.

Os gaúchos Yamandu Costa (violão de sete cordas) e Guto Wirtti (baixolão, contrabaixo acústico) também lançam disco: Bailongo, com “O baile do Zé Pitoco”, da dupla e a “Vaneira da viola”, só de Yamandu. A carioca Gabi Buarque lança o CD Fiandeira, que traz “Alguidar”, parceria dela com Renata Macedo e “Finta”, que ela assina com Marcelo Noronha e canta com Marcos Sacramento.

Ex-backing vocal do grupo Acabou La Tequila, Tatiana Dauster, em seu novo solo, Medo e força, pega a “Estrada”, parceria com Alexandre Kohl, responsável pelos teclados, baixo, guitarra e programações da faixa. Dos dois também é “Parei, percebi”. Carioca criado em Niterói e de novo radicado no Rio, Diogo Ferreira estreia em disco com seu nome, sob arranjos e direção artística de Luiz Cláudio Ramos. Karla Boechat divide os vocais em “Supervia”, parceria dele com Cláudio Alencar, e Gláucia Torres participa de “Sambão”, de Diogo e Flavio Borges.

A Janela dos Novos fecha com um quarteto instrumental, o Sax Bem Temperado, de Campinas, São Paulo, formado por Ronaldo Marquetti, sax alto, Flavio Corilow, soprano, Vinicius Corilow, tenor, e Paulo Pupo, barítono. Do disco Caminhando, escalamos “Um certo dia”, de Flavio Corilow, e “Minha festa”, de Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito.
 

 
 
_________________
Bossamoderna
Janela dos novos 28

Apresentado na RCB em 08 de agosto de 2015
Apresentação: Tárik de Souza
Produção: Rádio MEC - Rio de Janeiro

O cmais+ é e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.