Agostinho dos Santos

Uma voz para se ouvir à noite

Eduardo Weber 13/03/20 13:24 - Atualizado em 13/03/20 15:50

Agostinho dos Santos no 'Música Pop Brasileira' da TV Cultura (CEDOC FPA)

Paulistano nascido no bairro do Brás, Agostinho dos Santos tinha uma voz muito particular e teve sua trajetória prematuramente interrompida com apenas 41 anos de idade em razão de acidente aéreo em Paris. Nesta edição, a história deste cantor de rádio, crooner e grande intérprete de música romântica.

 

Repertório

 

01. Agostinho dos Santos interpreta Baden Powell e Vinicius de Moraes: “Pra que chorar” e “Canto de Ossanha”.

 

02. Noel Rosa no repertório do cantor: “Feitio de oração” (em parceria com Vadico) e “Palpite infeliz”.

 

03. Temas da trilha sonora do filme “Orfeu Negro”, de Marcel Camus, na voz de Agostinho dos Santos: “Manhã de carnaval” e “Samba de Orfeu”, ambas de Luiz Bonfá e Antonio Maria, e “A Felicidade”, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes.

 

04. Tom Jobim foi um compositor obrigatório no repertório de Agostinho dos Santos. No programa, “Sucedeu assim” (composta com Marino Pinto), “Dindi” (da parceira com Aloysio de Oliveira) e “Desafinado”, um dos clássicos da música brasileira feita com Newton Mendonça.

 

05. As criações de Dolores Duran no jeito de cantar de Agostinho dos Santos. “Fim de caso”, “Leva-me contigo” e “A Noite do meu bem”.

 

06. O balanço da bossa nova na voz romântica do cantor. Quatro músicas da dupla Roberto Menescal - Ronaldo Bôscoli: “Telefone”, “Vagamente”, “Rio” e “O Barquinho”.

 

07. “O Amor está no ar”, composição que Agostinho dos Santos fez com Joab Teixeira.

__________________________________________________

Brasil Brasileiro
258
Agostinho dos Santos

Domingo, 15 de março de 2020, às 10 e às 22 horas.
Apresentação: Omar Jubran

O cmais+ é e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.