Composições individuais de Dolores Duran, por grandes intérpretes

Dolores foi parceira de nomes de peso da nossa música, como Tom Jobim e Billy Blanco, mas tem também criações individuais de extremo bom gosto e requinte

13/04/15 11:27 - Atualizado em 28/10/19 12:48

Dolores Duran (Imagem: Reprodução)

Se começássemos este Brasil Brasileiro dizendo que a focalizada seria Adileia Silva da Rocha, pouca gente identificaria de quem se trata. Contudo, ela é a nossa inesquecível Dolores Duran.

A compositora e cantora nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 7 de junho de 1930 e certamente pode ser considerada uma das maiores representantes do gênero samba-canção. Apaixonada por escutar músicas no rádio desde menina, Dolores se tornou autodidata em línguas, dominando espanhol, francês, italiano e, principalmente, inglês. Tanto assim que, certa feita, a primeira dama do jazz, Ella Fitzgerald, declarou que foi pela voz de Dolores Duran que havia escutado a melhor interpretação de "My Funny Valentine", de Richard Rodgers e Lorenz Hart, que a carioca gravou no início dos anos 1950.

Dolores Duran, como compositora, foi parceira de nomes de peso da nossa música, como os de Tom Jobim, Billy Blanco e Oscar Castro-Neves, entre outros. Contudo, ela tem criações individuais de extremo bom gosto e requinte, como "A noite do meu bem".

O cmais+ é e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.