Marcos Sacramento

A trajetória do cantor e compositor fluminense Marcos Sacramento.

Alexandre Ingrevallo 19/02/21 11:57 - Atualizado em 19/02/21 12:00

Marcos Sacramento (Foto de Daniel Boechat (Divulgação))

Nesta edição do “Brasil Brasileiro”, Omar Jubran focaliza a trajetória e interpretações do cantor, compositor e letrista fluminense Marcos Sacramento.

 

1 – Marcos Sacramento em duas composições de Custódio Mesquita e Evaldo Ruy: “Promessa” e “Valsa do meu Subúrbio”.  

 

2 – Do repertório do cantor Orlando Silva, Sacramento interpreta “Meu Romance” (J. Cascata) e “Dama do Cabaré” (Noel Rosa).

 

3 – De Assis Valente, Marcos Sacramento canta “Fez Bobagem”. De Adoniran Barbosa, “Véspera de Natal”. Já de Chico Buarque, Sacramento interpreta “A Rosa”.

 

4 – Composições de Marcos Sacramento: “Pra ver o futebol” (dele e Paulo Baiano), “Um Brinde à Solidão” (Sacramento e Carlos Fuchs) e “Na cabeça” (Marcos Sacramento e Luiz Flávio Alcofra)

 

5 – Gravações de Marcos Sacramento, Clara Sandroni e o grupo Lira Carioca em três composições de Sinhô: “Fala meu Louro”, “Sabiá” e “Não quero saber mais dela”.

 

6 – Também ao lado de Clara Sandroni, Marcos Sacramento interpreta composições de Baden Powell e Vinicius de Moraes: “É de lei”, “Canto de pedra preta” e “Bocochê”.

 

7 – Acompanhado por Luiz Flávio Alcofra ao violão, Sacramento canta “Eu não sou manivela” (Ary Barroso) e “Tenha pena de mim” (Babaú e Ciro de Souza).

________________________________________________

Brasil Brasileiro

287

Domingo, 21 de fevereiro de 2021, às 10 da manhã e às 22 horas.

Apresentação: Omar Jubran

Apoio de produção: Júlia Abe

Trabalhos técnicos: Douglas Santos

O cmais+ é e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.