Radamés Gnattali

As criações de Gnattali pela nova geração de instrumentistas

Eduardo Weber 23/10/20 13:03 - Atualizado em 23/10/20 13:04

Radamés Gnattali (Acervo Lenin Novaes)

Ele foi uma referência na música brasileira por seus arranjos, orquestrações e grupos que criou, como o seu sexteto. Radamés Gnattali atuou como compositor, regente, arranjador e pianista. Seu lado compositor é o foco deste Brasil Brasileiro.

 

01. “Remexendo”, com o clarinete de Paulo Moura.

02. “Brasiliana n. 13”, com os violões de Yamandú Costa e Lúcio Yanel.

03. “Bate-papo a três vozes”, com o grupo Novo Quinteto.

04. “Canhoto”, na interpretação do quarteto de violões Maogani.

05. “Pé-de-moleque”, com a dupla Marcos Nimrichter (piano) e Caio Márcio (violão).

06. “Cabuloso”, com Maurício Carrilho, Paulo Sérgio Santos e Pedro Amorim.

07. “Bate-papo”, na leitura de Christianne Neves, Sérgio Lyra, Luiz Chaves e André Magalhães.

08.  “Variações sobre um tema de viola”, na versão do saxofonista Leo Gandelman e grupo.

09. “Moto contínuo”, como Tamba Trio.

10. “Variações sem tema”, com o cavaquinho de Henrique Cazes e o piano de Cliff Korman.

11. “Bangu”, na leitura dos grupos Furiosa & Camerata Portátil.

12. “Bolacha queimada”, na versão do grupo Quatro a Zero.

13. “Serenata no Joá”, ao vivo com os violões do Trio Madeira Brasil, mais Toninho Ferragutti ao acordeom, Nailor Proveta ao clarinete e Beto Cazes à percussão.

__________________________________________________

Brasil Brasileiro

270

 

Domingo, 25 de outubro de 2020, às 10 e às 22 horas.

 

Apresentação: Omar Jubran

 

O cmais+ é e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.