Cidade Maravilhosa

André Filho, o compositor da marcha oficial do Rio de Janeiro, é destaque do Estúdio F.

Eduardo Weber 16/03/17 15:55 - Atualizado em 16/03/17 15:57

Antonio André de Sá Filho

“Cidade Maravilhosa” é uma marcha carnavalesca gravada em outubro de 1934 por Aurora Miranda, sendo um sucesso inquestionável do carnaval de 1935. Tanto sucesso que a marchinha “Cidade Maravilhosa” em 1960 foi decretada como a ‘marcha oficial do Rio de Janeiro’.

Essa música é do focalizado deste Estúdio F. Trata-se do compositor André Filho (Antonio André de Sá Filho) nascido em 21 de março de 1906 e que faleceu em sua cidade natal, o Rio de Janeiro, em 02 de julho de 1974. Inclusive, Paulo César Soares apresenta as muitas versões que essa marchinha recebeu ao longo das últimas oito décadas.

Esta edição revela também outras importantes composições de André Filho, que teve como sua principal intérprete a cantora Carmen Miranda, que, entre outras, gravou “Bamboleô”, “Baiana do Tabuleiro”  e “Alô, Alô”, esta última em parceria com Mário Reis. No repertório do Estúdio F ainda tem sua parceria com Noel Rosa gravada por Chico Buarque, “Filosofia”; a valsa “Manuelinha”, gravada por Francisco Alves e temas que mostram muita amargura, um dos traços de sua personalidade, que fica claro no verso “A vida eu levo cantando, pra não chorar”, ou na letra de “Cinzas do Coração”, lançada por Vicente Celestino no final dos anos 50.
 

Estúdio F – momentos musicais da Funarte
André Filho
Quarta-feira, 15 de março 2017, às 9 e às 21 horas.
Domingo, 16 de março 2017, às 13 horas.
Apresentação: Paulo César Soares.
 

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.