Dona Onete – 80 anos

A inventora do carimbó chamegado

Eduardo Weber 17/06/19 16:45 - Atualizado em 17/06/19 16:48

Dona Onete (Divulgação)

Dona Onete é nome artístico da professora, compositora e cantora Ionete da Silveira Gomes, nascida em Cachoeira do Arari, no interior do Pará, em 18 de julho de 1939. Professora de história, ajudou ao longo de sua vida na criação de grupos de danças folclóricas em várias localidades de seu Estado. Aos 62 anos de idade, aposentada, uma turma a ouviu cantar sozinha. Não demorou para a ser convidada a participar de grupos folclóricos como o Raízes do Cafezal e o Coletivo Rádio Cipó.

 

O Estúdio F apresenta gravações desta artista temporã, cuja música está ligada aos três gêneros mais importantes do Pará, o carimbó (hoje patrimônio imaterial do Brasil), a lambada e a guitarrada.

 

Algumas de suas composições ultrapassaram a divisa de seu estado, como “Jamburana”, “Amor brejeiro”, “Mestiça”, “No meio do Pitiú” e “O boto namorador das águas de Maiuatá”, esta última integrando a trilha sonora da novela “A Força do Querer”.

 

Dona Odete tem perto de 300 composições e três discos gravados, “Feitiço Caboclo” (2012), “Banzeiro” (2016) e “Flor da Lua” (2018).

 

___________________________________________________________________

Estúdio F – momentos musicais da Funarte

407

Dona Onete

Quarta-feira, 19 de junho de 2019, às 9 e às 21 horas.

Domingo, 23 de junho de 2019, às 15 horas.

Apresentação: Pedro Paulo Malta

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.