Fausto Nilo – 75 anos

Seu modo visual e surreal na arquitetura dos versos

Eduardo Weber 06/08/19 14:44 - Atualizado em 06/08/19 14:45

Fausto Nilo (Divulgação)

Nascido em 05 de abril de 1944 em Quixeramobim, localizada a mais de 200 quilômetros de Fortaleza, Fausto Nilo Costa Jr., arquiteto de formação, se tornou um dos principais letristas da mpb dos anos 80 e 90. Ao longo da carreira, escreveu versos para mais de 400 melodias com 100 parceiros diferentes.

 

Sua trajetória começa com a turma de artistas que rumou para São Paulo no início da década de 1970 e ficou conhecida como Pessoal do Ceará, graças à sua amizade com Belchior, Fagner e Roger Rogério, com quem compôs “Casaco marrom”, que teve várias gravações, como a de Ney Matogrosso em 1977.

 

O Estúdio F ao falar da vida e da obra de Fausto Nilo mostra o seu legado que começou com a gravação de “Doroty Lamour”, tema criado com Petrúcio Maia e gravado por Ednardo. Ressalte-se que o compositor não se enturmou apenas com seus conterrâneos. Criou vários sucessos com Moraes Moreira (entre eles “Chão da Praça” e “Santa Fé”, música criada para a ser a abertura da novela Roque Santeiro),e com Dominguinhos versejou e gravou “Palavras abandonadas”.

 

Neste especial dedicado a Fausto Nilo tem gravações que ficaram semanas nas paradas de sucesso de décadas atrás: “Bloco do Prazer” na voz de Gal Costa, “Zanzibar (as cores)” com o grupo A Cor do Som, “Pão e poesia” lançada por Simone em 1981, e o maior sucesso de Robertinho do Recife, “Elefante”, composição criada para o público infanto-juvenil.

 

________________________________________________________________

Estúdio F – momentos musicais da Funarte

414

Fausto Nilo

Quarta-feira, 07 de agosto de 2019, às 9 e às 21 horas.

Domingo, 11 de agosto de 2019, às 15 horas.

Apresentação: Pedro Paulo Malta

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.