Heitor dos Prazeres

Sua riqueza interna veio ganhar na pintura a expressão irmã do samba (Rubem Braga)

Eduardo Weber 04/06/19 16:23 - Atualizado em 11/06/19 13:45

Heitor dos Prazeres (Divulgação)

Compositor e pintor primitivista, ou naïf, Heitor dos Prazeres é um dos formuladores do samba que conhecemos, ao lado de Ismael Silva e Sinhô. Nascido no Rio de Janeiro em 23 de julho de 1898, foi também um dos fundadores da Estação Primeira de Mangueira e da Vai como pode, transformada posteriormente na Portela.

 

O Estúdio F apresenta um perfil detalhado do artista que se envolveu em polêmicas no tempo em que “samba é como passarinho, de quem pegar”, como disse certa vez Sinhô, quando foi questionado por Heitor sobre o crédito de um samba por ele composto.

 

No repertório do programa tem parceiras do homenageado com Noel Rosa (“Pierrot Apaixonado”), Herivelto Martins (“Lá, em Mangueira”) e Antonio Rufino (“Vai mesmo”). A edição ainda traz registro de Mário Reis (“Deixaste o meu Lar” – que nas palavras de Heitor foi seu primeiro samba estruturado) e Francisco Alves, que gravou sete de seus sambas, entre eles “Mulher de Malando”.

 

Este especial ainda traz gravações de Cristina Buarque de Holanda, Jorginho do Império, Pedro Miranda e duas da Velha Guarda da Portela, Ainda se pode ouvir Heitor do Prazeres com suas Pastoras em temas religiosos afro-brasileiros de sua autoria.

 

Heitor dos Prazeres faleceu em sua cidade natal tem 04 de outubro de 1966.

 

__________________________________________________________________

Estúdio F – momentos musicais da Funarte

405

Heitor dos Prazeres

Quarta-feira, 05 de junho de 2019, às 9 e às 21 horas.

Domingo, 09 de junho de 2019, às 15 horas.

Apresentação: Pedro Paulo Malta

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.