Taiguara

O compositor mais censurado da MPB

Eduardo Weber 20/03/18 17:13 - Atualizado em 20/03/18 17:17

Taiguara (Divulgação)

Filho do maestro Ubirajara Silva e da cantora Olga Chalar, Taiguara nasceu na cidade de Montevidéu em nove de outubro de 1945 durante uma temporada de shows de seu pai no Uruguai.  Quando jovem, chegou a estudar Direito em São Paulo. Não terminou o curso para se dedicar de corpo e alma à música e, assim, conquistar a geração 70 com obras que uniam engajamento e romantismo.

 

O programa apresenta gravações que marcaram sua carreira. Entre elas “Que as crianças cantem livres”, “Universas no teu corpo” e “Hoje”, tocadas exaustivamente no rádio no final dos anos 60 e início da década seguinte.

 

Se no início de seu trabalho o público tinha a imagem de um artista romântico, de fato Taiguara se indignava com situação política no Brasil, batendo de frente com o regime militar. O compositor teve perto de 100 músicas censuradas, discos vetados e shows cancelados nos dias mais duros do regime.

 

Ao contar a história de Taiguara, o Estúdio F traz canções que ele fez para o líder Luiz Carlos Prestes (“O cavaleiro da esperança”) e “Como em Guernica”, onde traça um paralelo entre a guerra civil espanhola e o Brasil de seu tempo.

 

Taiguara faleceu aos 50 anos de idade, em fevereiro de 1996. No repertório deste programa, músicas que ele gravou de outros compositores, como “Modinha” (Sérgio Bittencourt) e “Helena, Helena, Helena” (Alberto Land e Sílvio Silva Jr.), e detalhes da trajetória desse compositor, pianista e cantor que ousou desafiar a ditadura militar.

 

_____________________________________________________

 

Estúdio F – momentos musicais da Funarte
342
Taiguara
Quarta-feira, 21 de março de 2018, às 9 e às 21 horas.
Domingo, 25 de março, às 15 horas.
Apresentação: Paulo César Soares.

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.