Trio Irakitan

Grupo nordestino influenciado pelos mariaches

Eduardo Weber 04/12/18 16:29 - Atualizado em 04/12/18 16:30

Trio Irakitan (Divulgação)

No auge do baião no sul do Brasil, fim dos anos 1940 início da década seguinte, três amigos de Natal, Rio Grande do Norte, partiram para o bolero. Mais do que isso, não vieram para o Sul como já ocorrera com a geração anterior. Foram para o Acre, Colômbia, Venezuela, Caribe, América Central e México, onde realizaram sua primeira gravação e consolidaram a marca Trio Irakitan.

 

Edison Reis de França (Edinho), Paulo Gilvan Duarte Bezzeril (Gilvan) e João da Costa Neto (Joãozinho) se popularizaram cantando versões de boleros e interpretações muito pessoais de sambas como “O orvalho vem caindo” (Noel Rosa / Kid Pepe), de baiões, como “Asa Branca” (Luiz Gonzaga / Humberto Teixeira) e de bossa nova, como “Garota de Ipanema” (Tom Jobim / Vinicius de Moraes) tendo como base o violão de Edinho, o afoxé de Gilvan e o tantã de Joãozinho.

 

O Estúdio F,ao apresentar a história do Trio Irakitan,fala da carreira do grupo e das históricas individuais de seus integrantes. Apresenta gravações raras, entre elas “Hino ao Músico” (Chocolate / Nancy Wanderley), música para criança (“Dona Baratinha de Almeida Rego e Nilton Ramalho) e ainda registros do trio com o cantor norte americano Nat King Cole e da atriz e cantora Tânia Alves.

 

No programa, algumas versões que fizeram sucesso com o Trio, entre elas “Aqueles Olhos Verdes”.

 

______________________________________________________

 

Estúdio F – momentos musicais da Funarte
379
Trio Irakitan
Quarta-feira, 05 de dezembro de 2018, às 9 e às 21 horas.
Domingo, 09 de dezembro, às 15 horas.
Apresentação: Pedro Paulo Malta

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.