Vai-Vai

“Uma grande nação, a grande nação do Bixiga” (Lecy Brandão).

Eduardo Weber 11/02/20 14:31 - Atualizado em 12/02/20 12:25

Henricão da Escola de Samba Vai-Vai (Julio Soares CEDOC FPA)

O resultado do carnaval paulistano de 2019 trouxe uma grande surpresa: o rebaixamento da Vai-Vai, escola de samba do bairro do Bixiga (oficialmente Bela Vista), 15 vezes campeã do carnaval da cidade.

 

Nascida no bairro central de São Paulo ocupado por negros e imigrantes italianos, a Vai-Vai é a síntese do país miscigenado, onde culturas diferentes se cruzam, se respeitam e se fundem. A escola tem origem no time de futebol e bloco carnavalesco do bairro criado nos anos 1920: Cai-Cai, que não admitia valentões e brigões na agremiação. Os que saíram do bloco criaram a Vai-Vai, cuja fundação do então cordão aconteceu no dia primeiro de janeiro de 1930. Da tradicional agremiação estão nomes que marcam a história do samba e do carnaval paulistano, como Henricão, Osvaldinho da Cuíca, Geraldo Filme, Borrão e Zé Di.

 

No repertório do Estúdio F, importantes sambas-enredo da escola, entre eles, “Simplesmente Elis, a fábula de uma voz na transversal do tempo”, “A música venceu”, “A rainha, a noite tudo se transforma”, “Do jeito que a gente gosta”, “Orun Aiyê, o eterno amanhecer” e “Na arca de Noel quem entrou não saiu mais”, além de registros de Zé Di, Leandro Lehart, Tobias da Vai-Vai e Henricão.

_____________________________________________________________________

Estúdio F – momentos musicais da Funarte
441
Vai-Vai
Quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020, às 9 e às 17 horas.
Apresentação: Pedro Paulo Malta

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.