Vanusa

23 discos lançados, mais de 3 milhões de cópias vendidas

Eduardo Weber 23/06/20 23:25 - Atualizado em 23/06/20 23:30

Vanusa (Divulgação)

Ela era conhecida como “a loira platinada”. Paulista de Cruzeiro, criada em Uberaba, Vanusa começou a cantar aos 16 anos em grupos de rock do triângulo mineiro. Não demorou a ser descoberta para ser uma das cantoras da Jovem Guarda, programa da TV Record de São Paulo. Mas acabou estreando na concorrente TV Excelsior no programa O bom, de Eduardo Araújo. Foi um pulo para a cantora gravar se primeiro LP em 1968 com rock, pop e baladas românticas, gêneros que são a base de seu repertório.

 

Vanusa Santos Flores é a protagonista deste Estúdio F que focaliza da cantora, compositora e atriz que chegou a estrelar a novela “Cinderela 77”, da extinta TV Tupi. 

 

No repertório do programa as primeiras gravações da cantora, “Mensagem” (de Cícero Nunes e Aldo Cabral - grande sucesso de Isaura Garcia), “Platônico atômico” (Jean Pierre / Fernandes), “Como vai você” (Antonio Marcos) e se primeiro sucesso “Pra nunca mais chorar” (Eduardo Araújo e Carlos Imperial).

 

O programa traz gravação da cantora com o então marido Antônio Marcos (“Namorada”, de Fred Falcão e Arnold Medeiros, lançada no FIC de 1971), com os filhos Aretha e Rafael, além de “Paralelas” (Belchior) e “Avôhai” (Zé Ramalho).

 

De suas composições, temos “Mudança” (feita em parceria com Sérgio Sá), “Manhãs de setembro” (com Mário Campanha) e “Polivalente” (com Augusto César Vanucci). Tem ainda registro de “Tudo aurora”, composição de Zeca Baleiro, de seu CD mais recente, de 2015, “Vanusa Santos Flores”, produzido por Zeca Baleiro.

_____________________________________________________________________

Estúdio F – momentos musicais da Funarte

460

Vanusa

 

Quarta-feira, 24 de junho, às 09 e às 17 horas.

 

Apresentação: Pedro Paulo Malta

O cmais+ é e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.