Claus Ogerman e o compositor de Desafinado

No último módulo da série, Tom Jobim recorda como conheceu o regente alemão e o início de uma parceria que rendeu seis álbuns de estúdio

Felipe Tringoni 17/12/14 11:40 - Atualizado em 17/12/14 12:18

A série Jobim, por Antônio Brasileiro se encerra com o compositor relembrando seu trabalho em conjunto com o maestro alemão Claus Ogerman (Reprodução)

Tom Jobim gravou seis discos com o regente alemão Claus Ogerman, a quem conheceu através do produtor estadunidense Creed Taylor. O primeiro deles foi Antônio Carlos Jobim - The composer of Desafinado plays, com 12 músicas de sua autoria.

O álbum foi gravado nos dias 9 e 10 de maio de 1963 em Nova York com orquestrações de Ogerman e lançado pelo prestigiado selo Verve no mesmo ano. É o primeiro LP de Tom feito nos Estados Unidos. "Esse disco foi como passar a limpo os standards, as principais canções, de maior sucesso: ‘Garota de Ipanema’, ‘Samba de uma nota só’, ‘Chega de saudade’, ‘Desafinado’...", relembra o compositor em entrevista ao jornalista João Máximo, da Rádio Cultura, em princípios da década de 1990.

Neste último módulo da série Jobim, por Antônio Brasileiro, Tom recorda como conheceu Ogerman e o início da longa parceria entre ambos, que se estendeu até 1980 no álbum Terra Brasilis.

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.