José Rodrigues

“O repertório do músico da noite tem que estar sempre atualizado. Quando não se tem a edição da música, tem que ouvi-la e transcrevê-la pra partitura”

Eduardo Weber 06/09/18 15:40 - Atualizado em 06/09/18 15:41

José Rodrigues (Divulgação)

A série Piano Maior primou por trazer músicos consagrados do piano e também abriu espaço para nomes com muita experiência na noite, mas pouco conhecidos do grande público. Um exemplo é esta edição com o pianista e violista José Rodrigues.

 

Ao se apresentar no palco do Auditório Cultura (Teatro Franco Zampari) em 1992, José Rodrigues tinha 35 anos de carreira. Começou em Santos, sua cidade natal. Foram três anos. Em 1959 veio para São Paulo onde tocou em todas as orquestras de baile da cidade, além de ser integrante de orquestras de televisão e trabalhar continuamente na noite, onde tocava de “sambões, bossa nova, temas de filmes da moda e jazz”.

 

Amante da música clássica, José Rodrigues teve curta passagem como violista na OSESP, então dirigida pelo maestro Eleazar Carvalho. No Piano Maior tocou Tom Jobim, Ivan Lins, Pixinguinha, Francisco Matoso, Joaquim Antonio da Silva Calado e terminou seu recital tema dos irmãos Oscar Castro Neve e Luvercy Fiorini: “Morrer de Amor”.

 

____________________________________________________

 

PIANO MAIOR – José Rodrigues
049
Domingo, 16 de setembro de 2018, às 18h00.
Produção: Paulo Herculano
Produção e apresentação: Maria Luiza Kfouri

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.