Nelson Panicali

“Quando cheguei a São Paulo eu era metade violonista, metade pianista. O mercado me levou definitivamente para o piano”.

06/10/17 21:51 - Atualizado em 06/10/17 21:54

O pianista Nelson Panicali nasceu no Rio de Janeiro em 1945 e se estabeleceu em São Paulo na adolescência. Filho do
maestro Lyrio Panicali, estudou em conservatório, foi influenciado pela Bossa Nova, foi músico da noite e a partir dos
anos 80 se dedicou quase que exclusivamente ao ensino de música, em especial como professor da escola fundada
pelo Zimbo Trio, o Clam. Se apresentar em público, em casas noturnas, “só pelo prazer de tocar, com uma enorme
satisfação”.
 
No Piano Maior, Nelson Panicali apresentou temas de sua autoria, como “Mantiqueira”; músicas de Ivan Lins, “O
Amor” e “Vieste”; de Marcos Valle, “Capitão de Indústria” e “Razão de Viver”; e clássicos da MPB, entre eles “Atrás da
Porta”, “Sabe Você”, “O que é o amor” e “O Cantador”.
 
No palco do Auditório Cultura (Teatro Franco Zampari), entre uma música e outra, histórias de sua formação, de sua
vocação para o ensino e também de seu pai, que ele afirmou ser “o terror dos músicos e muito pouco pedagógico”.

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.