Dança do Tempo, ANA, Luzeiro e Maria Alcina in Concert

Uma edição com encontros e reencontros

Eduardo Weber 19/07/19 12:35 - Atualizado em 19/07/19 12:36

Dança do Tempo, ANA, Luzeiro e Maria Alcina in Concert (Divulgação)

O projeto Encontros Instrumentais do SESC Pompéia procurava a resposta para a seguinte pergunta: com quem você nunca tocou, mas gostaria de tocar? Uma das respostas é o trio inédito formado pelo violonista Swami Jr., pelo flautista e saxofonista Teco Cardoso e pelo acordeonista Bebê Kramer. O resultado é o disco “Dança do Tempo”, no qual os três intérpretes tocam músicas de cada um. No programa tem “Dança do tempo” (Bebê Kramer / Iara Teixeira), “Theozinho da flauta” (Teco Cardoso) e “Paladino” (Swami Jr.).

 

Amostra Nua de Autoras é um coletivo de cantoras e compositoras mineiras que lança o seu primeiro trabalho, “ANA”, O coletivo é formado por Deh Mussolini, Irene Bertachini, Laura Lopes, Leonora Weissmann, Leopoldina, Luana Aires, Luiza Brina e Michelle Andreazzi. Elas se revezam no palco e nas gravações em várias formações acústicas para acompanhar trios e septetos vocais. Destaque para “Ana”, “Parto” e “Oração”.

 

O grupo Paranapanema lança o cd “Luzeiro”. O grupo reúne músicos empenhados na valorização da cultura tradicional brasileira, tendo como ponto de partida as origens do samba paulista, manifestações de “raízes” e o samba presente nos grandes centros urbanos. O Paranapanema é formado por Rosângela Macedo, Luiz Fonseca Lobo, César Azevedo, Nê Lucato e Ricardo Perito. Rosângela é a principal compositora do quinteto. No repertório, três temas de sua autoria: “Luzeiro”, Doce de pimenta” e “Classificados”.

 

Solano Ribeiro conhece Maria Alcina desde 1972, quando dirigiu o sétimo FIC – Festival Internacional da Canção. Ali ele a lançou com “Fio Maravilha” do então Jorge Bem, hoje Jorge Benjor. A personalidade da cantora continua a mesma do início de carreira, esfuziante. Basta conferir o seu novo trabalho gravado ao vivo em São Paulo com a SP Pops Symphonic Band, comandada pelo maestro Ederlei Lirussi. No repertório tem “A voz da noite”, de Sidney Mattos e Augusto Magalhães, uma composição de Zeca Baleiro feita especialmente para ela, “Eu sou Alcina”, e “Fio Maravilha”, canção que não pode faltar em qualquer show que Maria Alcina faça.

 

_____________________________________________________________________

Solano Ribeiro e a nova música do Brasil.

Domingo, 21 de julho de 2019, às 14 horas.

Reapresentação: segunda-feira, 22 de julho de 2019, às 9 e às 21 horas.

Cultura FM – Domingo, 21 de julho de 2019, às 23 horas.

Apresentação: Solano Ribeiro

Direção: Eduardo Weber

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.