Helder Vasconcelos, Valéria Oliveira e Trio Nordestino

O Nordeste está em peso nesta edição. Coisas da Bahia, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte, além dos ecos do Troféu Cata-Vento

Eduardo Weber 06/10/17 15:05 - Atualizado em 06/10/17 15:06

Helder Vasconcelos, Valéria Oliveira e Trio Nordestino

Desde que saiu da banda Mestre Ambrósio, Helder Vasconcelos dedicou-se a sambadas de maracatu, ao cavalo marinho e outros ritmos pernambucanos. Teatro, dança e cinema foram suas atividades desde então. Seu primeiro disco solo é  “Sambador”. Trabalho com composições próprias e atividade musical intensa, tocando muitos instrumentos, como em “Sambador”, “Caminho da venda” e “Andar irei”.

 

Valéria Oliveiratem muito chão. Está em seu nono disco. O mais recente é este focalizado por Solano, “Mirá”. Concebido a várias mãos, é um verdadeiro intercâmbio cultural entre Natal e Rio de Janeiro, cuja base é a cultura de raiz potiguar, as vivências da cantora e temas da vida dos brasileiros. “Essa mulher” (Simona Talma e Valéria Oliveira), “Menina Moça” (Valéria Oliveira), “Rasante” (Fátima Guedes) e “Vidas” (Ivando Monte e Valéria Oliveira) estão no programa.

 

Foi em Salvador, no ano de 1958 que eles apareceram pela primeira vez na formação mais tradicional do forró, com sanfona, zabumba e triângulo: Trio Nordestino. Hoje é formado pelos herdeiros musicais do grupo original: Luiz Mário no triângulo e voz (filho de Lindú, um dos fundadores); Beto Sousa na sanfona e Jonas Santana na zabumba. Com mais de 50 discos gravados, o trio decidiu reafirmar sua prensa na música brasileira numa homenagem a vários compositores. Lança o CD “Trio Nordestino canta o Nordeste”. No repertório tem “Tenho sede” (Dominguinhos e Anastácia), “Olha pro céu” (Luiz Gonzaga e Zé Fernandes) e “Súplica Cearense” (Gordurinha e Nelinho) com participação de Zeca Pagodinho.

 

O Troféu Cata-Vento está pra chegar. Enquanto a produção independente fica na expectativa, Solano lembra três dos vencedores de 2016. Duas revelações, Glau Piva e dupla Profissão de Urubu, e a melhor do samba, Priscila Amorim.

 

Solano Ribeiro e a nova música do Brasil.
Domingo, 08 de outubro de 2017, 14h00min.
Segunda-feira, 09 de outubro de 2017, às 9 e às 21 horas.
Na Cultura FM – Domingo, 08 de outubro, às 23 horas.
Apresentação: Solano Ribeiro
Direção: Eduardo Weber

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.