Luiz Bueno, Marcelo Bonfá, Vanessa Moreno, Kamboja

Música para meditar, sambar, roquear e pular a mil decibéis. Só mesmo num programa que tem de tudo um pouco e um pouco de tudo

Eduardo Weber 30/06/17 15:24 - Atualizado em 30/06/17 15:28

Luiz Bueno, Marcelo Bonfá, Vanessa Moreno, Kamboja

Luiz Bueno, Marcelo Bonfá, Vanessa Moreno, Kamboja

 

Eli iniciou na música aos 12 anos de forma autodidata, imaginando um dia ser um guitarrista do mundo POP, muito por causa dos Beatles e seu ídolo George Harrison. Nos anos 1980, formou com Fernando Melo o Duofel um dos mais respeitados duos de violão de nossa história. Agora Luiz Bueno lança o CD “Uno com o todo”, no qual toca sitar, trabalho inspirado no livro “O poder do silêncio”, de Eckhart Tolle. Do disco de 10 faixas, Solano destaca “Além da mente pensante” e “Aceita e entrega”.

 

Ele foi baterista da Legião Urbana. Como o fim do grupo, voltou às raízes. Comprou um sitio, montou um alambique e começou a produzir a “Perfeição”, a primeira cachaça rock’n’roll do país, que deu origem ao conceito do projeto que está nas ruas, “Música de Alambique”, no qual regrava “Moda da Pinga”, tema de Laureano imortalizado por Inezita Barroso; “Água viva”, de Raul Seixas; “Água”, dele e Seu Jorge; e “Guzzy Muzzy”, de Jorge Mautner.

 

Vaness Moreno é do ABC paulista. Gravou e cantou com nomes carimbados, entre eles Roberto Menescal e Maria Gadú. Seu trabalho com o contrabaixista Fi Maróstica lhe rendeu apresentações em importantes festivais de jazz de São Paulo e da Europa, além de lançamentos de gravações no mercado japonês. Seu primeiro disco solo é de 2017, “Em movimento”, que tem no repertório a faixa título (Vanessa Moreno e Larissa Finochiaro), “Vontade de Rever” (Marcos Alma) e “Serena no olhar” (Vanessa Moreno).

 

Pra fechar o programa, heavy metal tupiniquim. É o quarteto formado por Fábio Maka Mainente, Paulão Thomaz, Edu Moita e Edu Fiorentini, Kamboja, apontado pelo crítico Nelson de Souza Lima “como uma locomotiva desgovernada, invadindo a cena roqueira e se consolidando como um dos grupos mais criativos surgidos recentemente”. No programa, três temas assinados por Maka e Moita: “Janela dos tolos”, “Loco-Motiva” e “S 21”.

 

Solano Ribeiro e a nova música do Brasil.
Domingo, 02 de julho de 2017, 14h00min.
Segunda-feira, 03 de julho de 2017, às 9 e às 21 horas.
Na Cultura FM – Domingo, 28 de maio, às 23 horas.
Apresentação: Solano Ribeiro
Direção: Eduardo Weber

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.