Mônica Soares, Lúcia Menezes, Juliana Kehl e Zé Ed

Programa com canções paulistanas e sambas com sotaque do Tocantins e do Ceará, Solano Ribeiro traz as novidades da produção independente.

Eduardo Weber 13/04/17 15:47 - Atualizado em 17/04/17 11:57

Mônica Soares, Lúcia Menezes, Juliana Kehl e Zé Ed

Mônica Soares, Lúcia Menezes, Juliana Kehl e Zé Ed

 

“O samba me pegou pra criar” é título do disco de uma intérprete de Tocantins, que mescla poesia e o ritmo mais popular deste imenso país. Ela é Mônica Soares. Começou a cantar aos 17 anos, lançou seu primeiro disco em 2011 e hoje aos 28 anos apresenta um trabalho com “Se a fila andar” (Toninho Geraes), “Serrado” (Djavan), “Borogodó” (Dênio Braga / Orlando Emmerich) e “Traz sua luz” (dela e Paulo Vieira).

 

Parte da nova geração de cantora como Tiê, Tulipa Ruiz e Karina Buhr ela apareceu por volta de 2010. Depois de uma parada para maternidade Juliana Kehl volta à cena musical com o disco “Lua Full”, título da faixa homônima da parceria póstuma com Serena Assumpção. Juliana incluiu no repertório “Ladainha” (Alzira E / Alice Ruiz / Estrela Leminski) e “Sagitário”, que fez com sua irmã, Maria Rita Kehl.

 

Lúcia Menezes iniciou a carreira no Ceará. Seu primeiro disco é de 1991. Já fez temporada com show em homenagem a Carmen Miranda e está em seu sexto registro, intitulado simplesmente assim: “Lúcia”. O trabalho conta com música do também cearense Chico Anysio (“A fia de Chico Brito”), uma regravação da dupla Jorge Mautner-Nelson Jacobina (“Bem-te-viu”) e a participação de Chico Buarque que fez um dueto com Lúcia Menezes, numa antiga composição de sua safra: “Desencontro”.

 

Ele é paulistano. Tem 35 anos e, antes de se dedicar aos palcos, escreveu sua primeira música aos 16, estudou três anos musicoterapia e liderou oficinas de canto em escolas da prefeitura. Ele é Zé Ed. Em seu primeiro disco, "Zé Ed", traz duas parcerias com Fábio Katz (“Transa” e “Bonde da vida”) e “Verão na cidade”, que ele compôs em homenagem a Caetano Veloso e Marina Lima.

 

Solano Ribeiro e a nova música do Brasil.
Domingo, 16 de abril de 2017, 14h00min.
Segunda-feira, 17 de abril de 2017, às 9 e às 21 horas.
Na Cultura FM – Domingo, 16 de abril, às 23 horas.
Apresentação: Solano Ribeiro
Direção: Eduardo Weber

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.