Rapadura, Vanessa Bumagny, 5 a Seco e Ruído/mm

“Em tempos de pandemia, a música não para”.

Eduardo Weber 19/06/20 18:20 - Atualizado em 19/06/20 18:22

Capas dos álbuns em ordem de apresentação (Divulgação)

Ele é representante da cine hip-hop nordestina. Influenciado pelo rap, rock, pop, folk e mangue beat Rapadura lança seu primeiro disco, “Universo do canto falado”. Solano Ribeiro destaca três composições suas feitas com Carlos Caxaça. Sobre o parceiro, Rapadura diz: “Começamos a criar em 2013, mas fomos para o estúdio entre 2018 e 2019. A ideia foi criar um novo universo sonoro a partir das nossas influências musicais”. No programa tem “Paga pra ver”, “Universo do canto falado” e “País sem norte”, que, segundo o artista, “não tem como falar de outra parada vivendo no Brasil que a gente está hoje”.

 

Ninguém perto de ninguém. Manter a distância social obriga a ginásticas criativas para mostrar quem tem a dizer o que pensa. Vanessa Bumagny chega com o CD “Cinema ilusão”, com obras significativas para nosso momento: “Canção pra ninar o apocalipse”, “Quem ama sofre” e “Cinema ilusão”, parceria da cantora com Zeca Baleiro, que participa da faixa com apoio de Chico César.

 

O grupo 5 a Seco comemorou 10 anos de estrada com uma turnê. Ao terminar, Leo Bianchini, Pedro Altério, Pedro Viáfora, Tó Brandileone e Vinicius Calderoni entraram no estúdio e gravaram o CD “Pausa”. No acompanhamento, apenas o violão. A mostra do resultado do quarto trabalho no grupo está nesta edição. Vale ouvir "Pausa", “Coisas dentro das coisas” e Duas jornadas”.

 

De Curitiba, Ruído/mm. Grupo instrumental que já faz barulho há quinze anos e sai lança seu quinto registro, “A é côncavo e B é convexo”. Para a banda é o resultado de um processo de encontros e desencontros, de entrelaces e solturas, e da angústia em tornar algo de si, de todos. Formada por Ramiro, Pill, Liblik, Panke, Ayeres e Givex, apresenta produção coletiva, que inclui “Antílope”, “Ouroboros” e “Volka”.

______________________________________________________________________

Solano Ribeiro e a nova música do Brasil.

Domingo, 21 de junho de 2020, às 18 horas.

Reapresentação: segunda-feira, 22 de junho de 2020, às 9 e às 17 horas.

Cultura FM – Domingo, 21 de junho de 2020, às 23 horas.

Apresentação: Solano Ribeiro

 

Direção: Eduardo Weber

Estágio em produção: Anna Dória

O cmais+ é e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.