Sanatório geral

O título do programa é o mesmo do álbum do grupo Mutualista. Também presentes Rodrigo Bragança, Mona Gadelha e Nicolas Krassik.

DA REDAÇÃO 21/03/10 00:00 - Atualizado em 21/03/10 00:00

Detalhe do violinista francês Nicolas Krassik, que homenageia João Bosco com o álbum Odilê, odilá. (Bruno Veiga)

Solano Ribeiro afirma que seu programa não tem estilo e que nele tudo o que é bom tem o seu lugar.
 
Inspirados em haikai de Idelma Ribeiro de Faria, Clarice Lispector e Millôr Fernandes, ele abre o programa com um haikai sonoro de Rodrigo Bragança, “O gato e a criança”, gravado no CD Lágrimas de chorar estrelas que ele focaliza nesta edição.

Também apresenta o primeiro disco da banda Mutualista. Vale lembrar que mutualismo para a biologia é a interdependência entre espécies. Grupo de pessoas que participam de plano coletivo de seguros são mutualistas. Os jovens mutualistas da banda lançam o CD Sanatório geral. Dá o que pensar.

Nesta edição também o novo trabalho da cantora que um dia foi jornalista, mas que também é escritora, Mona Gadelha. A artista nascida no Ceará está com um novo disco, Salve a beleza.

Na última parte do programa, o som de um músico francês de formação erudita e jazzística, que se apaixonou pela música brasileira e hoje é conhecido no Rio de Janeiro por Nicola do Violino. Solano Ribeiro apresenta faixas do CD Odilê, odilá, de Nicolas Krassik. Ele gravou em 2009 um trabalho só com músicas de João Bosco, que participa do disco.



[ ] Programa apresentado no dia 21 de março de 2010.

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.