Teko Porã, Jota P, Russo Passapusso e BaianaSystem

A pulsação da música de muitos ambientes. De São Paulo a Salvador

Eduardo Weber 22/03/19 11:55 - Atualizado em 22/03/19 11:57

Teko Porã, Jota P, Russo Passapusso e BaianaSystem (Descrição)

Formado há cinco anos, o grupo Teko Porã tem como missão levar a música em locais pouco receptivos, como no transporte público, onde apresenta som ao vivo. Pablo, Bia, Kinda e Caio lançam o primeiro disco, “Anamaguaçu”, cujo repertório tem “Portas e janelas”, “O bem viver” e “Pasárgada”. Em tempo: Teko Porã significa em guarani ‘belo caminho’ ou ‘bom viver’. Anamaguaçu, tem o significado de ‘família grande’, em tupi.

 

Jota P Barbosa é saxofonista e flautista. Solano Ribeiro destaca o disco “Em ritmo de mudança”, que mescla ritmos brasileiros com improvisações jazzísticas. No repertório tem “Vem ver” e “Hada”, temas de Jota P. Neste trabalho o músico é acompanhado por Sérgio Coelho, Fábio Gouvêa, Paulo Almeida e Gabriel Grossi.

 

Ele é cantor, compositor e baiano. Tem 36 anos. Nasceu Roosevelt, mas com a dificuldade do baiano falar Roosevelt, ficou Russo. Da relação com o ritmo cardíaco e a superação de passar a pulso pelas adversidades apareceu Passapusso. Então ficou Russo Passapusso. No disco “Paraíso da Miragem” ele apresenta canções autobiográficas com influência de samba e soul. Solano destaca “Paraquedas”, “Flor de Plástico” e “Remédio”, todas de sua autoria, e “Autodidata”, que fez com B. Negão e Fael Primeiro.

 

“O futuro não demora” é o novo disco do BaianaSystem. Criado em Salvador há 10 anos, o grupo tem o objetivo de encontrar novas possibilidades para guitarra baiana com o sound system, sistemas de som criados e popularizados na Jamaica. O time chega ao terceiro disco com várias participações especiais, entre elas a dupla Antonio Carlos e Jocafi, Dudu Marote, Orquestra Afrosinfônica do maestro Ubiratan Marques e o DJ João Meirelles, que integra o BaianaSystem desde 2012. Com base formada por Russo Passapusso (voz), Roberto Barreto (guitarra baiana) e Seko Bass (baixo elétrico) a turma traz treze músicas. Quatro estão no programa: “Água”, “Melô do centro da Terra”, “Sul-americano” e “Fogo”.

_________________________________________________________________

Solano Ribeiro e a nova música do Brasil.

Domingo, 24 de março de 2019, às 14 horas.

Reapresentação: segunda-feira, 25 de março de 2019, às 9 e às 21 horas.

Cultura FM – Domingo, 24 de março de 2019, às 23 horas.

Apresentação: Solano Ribeiro

Direção: Eduardo Weber

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.