Tudo de Novo

Programa ligado no presente, passado e futuro

Eduardo Weber 29/03/19 12:14 - Atualizado em 29/03/19 12:16

Tudo de Novo (Divulgação)

Esta edição traz trabalhos que exploram o passado.

 

“Canta Inezita” é disco que reverencia uma das personagens mais importantes da música brasileira, Inezita Barroso. As Galvão, Maria Alcina, Consuelo de Paula e Cláudio Lacerda homenageiam a cantora que por mais de 30 anos levou ao ar o programa Viola, minha viola na TV Cultura, valorizando a música de raiz. No repertório do disco só clássicos gravados pela cantora, entre eles “Ronda” (Paulo Vanzolini), “Prenda minha” (domínio público), “Menino da porteira” (Teddy Vieira / Luizinho) e “Lampião de gás” (Zica Bérgami).

 

40 anos depois do lançamento do disco Clube da Esquina no. 2 (Milton Nascimento e Lô Borges), a cantora Paula Santoro e o Duo Taufic, formado pelos irmãos Roberto (violão) e Eduardo Taufic (piano), promoveram show em homenagem ao Clube da Esquina, que resultou no disco “Tudo será como antes”. No repertório obras do pessoal que se encontrava nas esquinas de Belo Horizonte. No programa tem as músicas “Notícias do Brasil” (Milton Nascimento / Fernando Brant), “O sal da Terra” e “Sol de primavera”, ambas de Beto Guedes e Ronaldo Bastos.

 

No início dos anos de 1970 apareceu uma turma que fazia o chamado rock rural, que, nas palavras de um dos envolvidos, Guarabyra, “embora rock seja sinônimo de um ritmo específico, a expressão rock rural é mais um conceito. Uma valsa pode ser chamada de rock rural. Portanto não basta empunhar uma viola ou vestir um chapéu de vaqueiro. “Nós do rock rural – encontro de gerações” reúne a turma formada por Ricardo Vignini, Tavito (recentemente falecido), Zé Geraldo, Tuia e Guarabyra. No repertório, clássicos do gênero: “Casa no campo” (Tavito / Zé Rodrix), “Dona” (Sá / Guarabyra) e “Galho seco” (Zé Geraldo).

 

Gabriela Silveira é formada em canto e percussão pelo Conservatório de Tatuí. Faz parte de grupos de samba, mpb e forró. Aparece com seu primeiro trabalho autoral, “Corrente”. O disco é resultado das vivências de luto que marcaram sua vida nos últimos dois anos que precederam o registro do trabalho. De sua autoria, Solano selecionou “Corrente”, “Canto espanto” e “Aos meus”.

 

________________________________________________

Solano Ribeiro e a nova música do Brasil.

Domingo, 31 de março de 2019, às 14 horas.

Reapresentação: segunda-feira, 01 de abril de 2019, às 9 e às 21 horas.

Cultura FM – Domingo, 31 de março de 2019, às 23 horas.

Apresentação: Solano Ribeiro

Direção: Eduardo Weber

 

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.