Venha de onde vier...

Edição contempla o trio Cambada Mineira, a cantora Isla Jai, Cláudia Wonder e The Lap Top Boys, e outros nomes da música brasileira.

DA REDAÇÃO 22/11/09 14:00 - Atualizado em 22/11/09 14:00

... Ela vem da Bahia, de Minas Gerais, do bairro da Pompeia, e de gente que sai de sua terra à procura de sal e sol, ou vai por aí pingando de lugar em lugar, sem se importar com o idioma, com o estilo, ou como será o dia de amanhã.

É o caso do primeiro trabalho de Isla Jai. Nasceu em Recife, foi para o Rio de Janeiro e de lá saltou para Nova York. Psiquiatra em Manhattan, abandonou a medicina e passou pela fotografia. Convidada para um simpósio em São Paulo, Isla Jai não resistiu aos apelos do palco e gravou coisas de Carlos Careqa, dela mesma, com a participação de músicos experientes, como Lanny Gordin. Tudo registrado no CD Zazas.

O nome do grupo Cambada Mineira é o DNA de sua origem. Porém, hoje eles brincam de psiquiatria, dizendo que “são mineiros do Rio ou cariocas de Minas”, pois há tempos aderiram à praia de Copacabana. Solano Ribeiro destaca o sexto CD do conjunto, Urbana fanzine, que traz no repertório “Delícias da cidade”, “Bicho do mato” e a faixa título, “Urbana fanzine”.

E no repertório desta edição tem ainda gravações de Fernanda Takai ao vivo em Nova Lima, Minas Gerais; a Turma da Pompeia com seu rock histórico; o pop-eletrônico-performático de Cláudia Wonder e The Lap Top Boys; o pop premiado de Leonardo Ramos e General Sih, e a bela música acompanhada pela voz de Carol Pereyr, uma menina baiana de Feira de Santana.

É a produção independente na Rádio Cultura Brasil, venha de onde vier.


Programa apresentado no dia 22 de novembro de 2009
 

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.