Supertônica

Sábado, às 22h na Cultura FM, às 9h e às 21h na Cultura Brasil
Domingo, às 16h na Cultura Brasil

Equilíbrio 
 Supertônica ZEN: Monja Coen Sensei

Supertônica ZEN: Monja Coen Sensei

Práticas meditativas e a criação de culturas de paz são abordadas neste programa, que também apresenta a música de John Cage.

Risco no disco 
 Roberto Carlos 1969, por Pedro Alexandre Sanches

Roberto Carlos 1969, por Pedro Alexandre Sanches

Jornalista comenta o LP do início da carreira romântica do ídolo jovem, com músicas como 'Sua estupidez', e os flertes com a soul music americana

 
Roberto Carlos 1969, por Pedro Alexandre Sanches

Roberto Carlos 1969, por Pedro Alexandre Sanches

Natal 
 Música das entranhas

Música das entranhas

Musicóloga Elizabeth Pinheiro analisa a partitura de 'O Messias', de Haendel, e traça relações de influências diretas em peças emblemáticas de Beethoven, como a 'Sinfonia 9'.

Risco no disco 
 Confusão urbana, suburbana e rural, por Mané Silveira

Confusão urbana, suburbana e rural, por Mané Silveira

Saxofonista comenta o álbum clássico da música instrumental lançado por Paulo Moura em 1976. 'Acho bacana nesse disco justamente a mistura das coisas.'

Música no divã 
 Da canção de amor – Análise psicológica de canções

Da canção de amor – Análise psicológica de canções

O psicanalista Ricardo Guará defende a ideia de que somos educados sentimentalmente por meio das canções. Nesta edição, cerca de 35 títulos que tratam do amor e das relações humanas.

Supertônica 
 Luiz Tatit e o século da canção

Luiz Tatit e o século da canção

Música de autor, a canção e o cotidiano, mercado e entretenimento, além da tríade Jorge Ben, Tom Jobim e João Gilberto pontuam esta conversa gravada em novembro de 2005

1943-2010 
 Almeida Prado e o gosto macunaímico

Almeida Prado e o gosto macunaímico

Gravada em maio de 2004, esta edição do Supertônica apresenta o pianista e compositor santista, considerado um dos maiores autores brasileiros contemporâneos.

Supertônica 
 Massimo Canevacci: diálogos com a contemporaneidade

Massimo Canevacci: diálogos com a contemporaneidade

Antropólogo italiano sugere a Eróptica como uma nova sabedoria de olhar.