André Mehmari em composição

Filho de mãe musicista, teve referências da década de 1980 e ouviu os LPs de música erudita da coleção Mestres pelos Mestres, da Abril – “um conforto”.

da redação 29/01/10 00:00 - Atualizado em 29/01/10 00:00

Nascido em Niterói (RJ) e criado em Ribeirão Preto, André Mehmari tem discos gravados em parceria com a cantora Ná Ozzetti, com o bandolinista Hamilton de Holanda e com o clarinetista italiano Gabriele Mirabassi. (Maristela Martins)

Compositor, André Mehmari nasceu ao piano. Filho de mãe musicista (pianista e sanfoneira), cresceu em ambiente musical. Teve referências da década de 1980 – “a pior da história da música” e ouviu os LPs de música erudita da coleção Mestres pelos Mestres, da Abril – “um conforto”.

Desde os 12 anos, compunha peças contrapontísticas a partir do estudo de Bach. “Bach é Deus”, diz Arrigo. Aos 20, cursando música erudita na ECA/USP, Mehmari foi vencedor do Prêmio Visa na categoria Instrumental Popular. “Eu lanço mão de diversas linguagens e estilos musicais para passar a minha mensagem, inclusive já neste disco do Prêmio Visa a gente percebe várias coisas que marcam meu trabalho hoje, como o cruzamento de estilos.”

André Mehmari, pianista e compositor, é stravinskyano. Por sua influência, a Investigação sobre o gosto levou Igor Stravinsky à Companhia Satélite de Teatro – Pás-de-deux (do balé Agon, de 1957, em versão para dois pianos do compositor).

“Sempre foi muito intensa minha relação com a música, nitidamente alguma coisa que me levava para a transcendência. Até hoje é assim”, revela Mehmari.

 




_______________

Supertônica
André Mehmari em composição

Apresentado originalmente na RCB no dia 29/01/2010
Apresentação: Arrigo Barnabé
Produção e edição: Julio de Paula
Locução: Teresa Lima

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.