Carlos Kater: da percepção e da necessidade da música

O musicólogo fala sobre a criação a partir da vocalização dos animais, do trabalho prático de composição coletiva com crianças, entre outras maneiras simples de se abraçar a música

Julio de Paula 05/09/14 19:05 - Atualizado em 05/09/14 19:15

Carlos Kater e Arrigo Barnabé se divertem após a gravação de Supertônica (Foto: Julio de Paula)

"Hoje a gente pode entender que música é, de fato, uma definição da cultura, porque a música é um produto cultural. Mas a música é também a maneira segundo a qual nós ouvimos o mundo. Então, não é só a escuta que vem de fora, mas também a escuta que emana de dentro de cada um."

Carlos Kater é educador, musicólogo e compositor, uma das maiores referências no ensino musical no Brasil. Com doutorado e pós-doutorado pela Universidade de Paris IV - Sorbonne, Kater é professor Titular da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Professor Colaborador do Curso de Pós-Graduação em Música da ECA/USP. Autor de diversos livros e criador de jogos sonoro-musicais, esteve à frente de importantes publicações no campo dos estudos musicais e tem atuado como conferencista e consultor de projetos públicos de educação musical.

Na segunda metade dos anos 1970, as primeiras experiências de musicalização com jovens da Febem o levaram a perceber a música é um território de construção do ser.

"A música é, na verdade, o processo de evolução da consciência humana através dos sons. E que isso que nós chamamos de sensibilidade, gosto, afinidade, prazer, tudo isso se construiu há milhões de anos. (...) A música não é um adorno, um adereço, ela é realmente uma necessidade para qualquer ser humano."

Nesta edição transformadora da escuta musical, Carlos Kater fala sobre a criação a partir da vocalização dos animais, do trabalho prático de composição coletiva com crianças, entre outras maneiras simples de se abraçar a música.

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.