Fabio Brucoli, a família, o violino

Violinista paulistano em trabalhos solo e trio

27/08/18 16:20 - Atualizado em 27/08/18 16:22

Seu pai é contrabaixista, sua mãe, violoncelista. Eles se conheceram na Orquestra de Câmara de São Paulo, comandada por Olivier Toni, que se tornou amigo da família. Ele pertence a uma quinta geração de instrumentistas de origem italiana. Fábio começou cedo, aos 6 anos. Hoje é violinista da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, seguindo os passos de seus pais e de seu avô, também violinista do Theatro Municipal, e de seu bisavô, clarinetista da antiga Orquestra de Concertos de São Paulo.

 

Fabio Brucoli aprofundou seus estudos na Alemanha, com o violinista russo Roman Nodel. É bacharel em violino e formado no curso de “Künstlerische Ausbildung”, pela Escola Superior de Música de Mannheim.

 

De volta ao Brasil, integrou o Quarteto da Cidade de São José dos Campos. Ao lado de seus irmãos Paulo e Mauro, compõe o Aulustrio, responsável pelo projeto “Glauco Velasquez 4 Trios”, realizado em parceria com o Centro Cultural São Paulo.

 

Por ocasião desta edição gravada em agosto de 2018, Fabio Brucoli apresenta seu mais recente álbum com peças de Eugène Ysäye, Bela Bartók, J. S. Bach e Olivier Toni. Toni, de quem Fábio sucedeu a Direção Artística do Festival de Prados, MG.

 

 

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.