Passoca e a moda

Compositor de viola, juntou o universo sertanejo ao urbano.

da redação 08/01/10 00:00 - Atualizado em 08/01/10 00:00

O cantor, violeiro e pintor Marco Vilalba, o Passoca. (Divulgação)

Compositor de viola, juntou o universo sertanejo ao urbano.

“Eu vivi em torno da grande cidade e me tornei urbano pela necessidade da vida”.

Da música às artes plásticas. Passoca tem formação de arquiteto.

Assim como Monsueto, Heitor dos Prazeres e Manezinho Araújo, Passoca compõe, canta, toca viola e faz seus quadros.

“Meu primeiro instrumento foi bateria, aos 12 anos. Comecei a tocar nas cadeiras de casa e meu padrasto viu e me arrumou uma bateria pra eu tocar”, lembra.

Passou a compor e a se dedicar à viola observando com atenção os violeiros. Sua ligação com o repertório sertanejo tradicional tem quase uma missão didática. “As gerações mais novas não tem referências da música sertaneja antiga.” 

“Sonora garoa” é uma de suas composições mais importantes. Pegou a viola e inverteu posições. Dissonâncias se incorporaram ao texto: “O radinho grita com voz metálica uma canção”, diz a canção. Arrigo conclui: “É uma observação urbana com sensibilidade caipira.”

A entrevista gravada em 2005 se completa com a enquete sobre o gosto. Jóqueis e cavalariços de São Paulo escutam Bela-Bartok – Allegro do Quarteto nº 5. “O cavalo vai gostar de ouvir isso?”, pergunta Arrigo. “Não! Se colocar ele endoidece.”



[ ] Programa apresentado no dia 8 de janeiro de 2010.

 

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.