Paulo Bomfim, o contador de histórias

De 22 a 32, memórias e lembranças do “Príncipe dos Poetas”

20/03/18 15:10 - Atualizado em 20/03/18 15:12

Mário frequentava a casa de seu avô. Sua tia foi intérprete de Villa. Anita pintou seu retrato. Tarsila ilustrou seu primeiro livro. Poeta, foi influenciado por Guilherme de Almeida, “grande mestre”. De modernista em modernista, convivendo de igual para igual com os grandes, Paulo Bomfim foi se entendendo como artista.

 

Ele viveu a cidade e a noite de São Paulo como ninguém. Conheceu as figuras mais célebres da capital. Os feitos históricos de seus antepassados também são referências para seus escritos. Paulo Bomfim atuou como jornalista e apresentador de rádio e TV, galerista e agitador cultural.

 

Nesta edição gravada em sua casa, em março de 2018, Paulo Bomfim, que também é colaborador da Cultura FM (Passeios da Memória), revê momentos marcantes de sua vida e da trajetória de São Paulo.

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.