Sonoridades: o piano de Paulo Braga

Pianista do primeiro time, tocou com Moacir Santos e Milton Nascimento. Também foi solista da Jazz Sinfônica

Julio de Paula 07/08/13 21:43 - Atualizado em 22/10/14 11:25

O pianista Paulo Braga. (Reprodução)

“Olhei bem no espelho e disse o seguinte: ‘Paulo, você vai ficar dois anos fazendo isso’. Porque eu queria comprar um bom piano, eu queria comprar a casa, ganhar um pouco de dinheiro fazendo música. E fiz exatamente isso”

Ele aprendeu piano com a irmã em Jundiaí, passou pelo Conservatório de Tatuí e tocou com numa orquestra de bailes de Itu. Muito além de Brahms, Mozart e Haydn, Paulo Braga “fazia sucesso” no Conservatório, tirando músicas “de ouvido”. Talento que o levou a integrar, a Orquestra Internacional de Danças Som Brasil. “Foi uma vivência. Toda experiência musical acaba direcionando na composição, na maneira como você vive, como você toca. Foi bem divertido por eu ser muito jovem fazendo isso. Foi bom também porque eu parei cedo [aos 21 anos]”, resume.

“O músico é muito maltratado, entra pela porta dos fundos, come aquele ´x músico’ (um pão de forma com meia fatia de presunto), viaja junto com a aparelhagem, de Kombi”

Pianista do primeiro time, tocou com Moacir Santos e Milton Nascimento. Trocou os shows com João Mineiro e Marciano pela banda de Arrigo Barnabé. Também foi solista da Jazz Sinfônica e desenvolve importante trabalho junto a instituições de ensino. Paulo Braga tem atuado como coordenador e professor dos cursos de música popular do Conservatório de Tatuí, da UNICAMP e da Escola de Música do Estado de São Paulo Tom Jobim. “O objetivo é desenvolver um ambiente propício para se fazer música, onde os alunos possam estudar [individualmente] e estudar com um amigo [prática de conjunto]”, avalia.

Entre o piano e as aulas, Paulo Braga também se desenvolve como compositor – “Eu sempre tive uma vontade grande de compor e pouca coragem”. Em 2010 lançou o álbum “Muita hora nessa calma”, cujas improvisações intituladas “Sonoridades” pontuam esta edição Supertônica, gravada em maio de 2011.

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.