Toninho Ferragutti entre o acordeon e a composição

Solos, duos e quintetos: os projetos autorais do instrumentista

17/08/18 18:05 - Atualizado em 17/08/18 18:06

Ele cresceu no ambiente musical do interior de São Paulo. Filho de instrumentista e compositor, ainda menino, ganhou seu primeiro instrumento do pai. Foi incentivado a estudar música. Sua formação se deu no Conservatório Gomes Cardin, em Campinas, além de aulas particulares de acordeon com Dante D’Alonzo e de harmonia com Claudio Leal Ferreira.

 

Toninho Ferragutti é um dos principais acordeonistas do país, tendo atuado como solista de orquestras e participado de inúmeras gravações.  Compositor e arranjador, em seu currículo constam duas indicações ao Latin Grammy: o disco “Festa Na Roça” (de 2014), lançado em parceria com o violonista Neymar Dias, e “Sanfonemas” (de 2000).

 

Nesta edição gravada em agosto de 2018, Ferragutti fala de seus projetos autorais, como “A Gata Café”, “O Sorriso da Manu” e “Nem Sol nem Lua”, entre outros. E celebra a edição número 500 de Supertônica.

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.