Vivência, por Diego Figueiredo

Apesar de pouco conhecido no Brasil, o jovem guitarrista e violonista impressionou figuras como George Benson e Al di Meola.

Lia Machado Alvim 13/03/10 00:00 - Atualizado em 13/03/10 00:00

À esquerda, detalhe da capa do CD Vivência, seguida da capa do álbum Dadaiô, ambos de Diego Figueiredo. (Reprodução)

Diego Figueiredo é um jovem músico – guitarrista e violonista – pouco conhecido no Brasil, mas que andou impressionando muitos artistas no exterior, como George Benson e Al di Meola. Recebeu dois prêmios no Festival de Montreux, na Suíça.

Aos 12 anos de idade, Diego já tocava profissionalmente em bailes e bares do interior paulista. Aos 19 criou um belo arranjo para tocar “Carinhoso” na guitarra e ganhou elogios de Paulinho Nogueira, que nunca imaginou que aplaudiria alguém tocando música brasileira numa guitarra amplificada.

Ao lançar seu mais recente álbum – Vivência –, o músico se apresentou em São Paulo e gravou uma entrevista para o programa Todos os sons contando sua história e, principalmente, desvendando sua discografia que conta com 12 álbuns.


[ ] Programa apresentado no dia 13 de março de 2010.

 

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.


voltar ao topo